quinta-feira, 26 de novembro de 2015

SARAUS

                             
2017

SARAU NO SHOPPING GRAVATAÍ

11 de novembro de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí

 O sarau mais emocionante do ano começpi cpom o poema de Círio de Melo.
A surpresa da noite: Maurício Zimmermann, filho de Borges Netto, que não encontrava o pai a 33 anos, veio para abrilhantar a noite. É o rock e a poesia se encontrando no Clube Literário.
Esta foi a grande surpresa da noite.
A música de Maurício foi conhecida após a Crônica do Perdão, lida pelo pai Borges Netto, onde o escritor fala da separação, das mágoas com o passado e da possibilidade de renovação.

A "nova" neta de Borges, Gabrielle, de 13 anos que conheceu o avô em outubro último, demonstrou toda a felicidade com a reaproximação dos dois.
 Verlaine Terres
 Antônio Bianco
 E Romeu Neto está de volta.
 Aluno de Romeu Neto se apresentou encantando o público.
 O presidente Fernando Medina.
 Luis Albino e a música tradicionalista.
 Geziane com os Salmos.
 Osvando Peres Alves

E a emocionante noite de 11 de novembro foi encerrada com Romeu Neto.






14 de outubro de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí

Maria Izabel Moreira


Nabil Kansao

Jaime
Verlaine Terres


Isab-El Cristina
Fernando Medina aproveitou para ler poemas do novo livro de Izabel Moreira, Cálido Outono, que será lançado na 31ª Feira do Livro de Gravataí, que acontecerá de 27 de novembro à 03 de dezembro, sempre das 12h às 21h.
Osvando Peres Alves







12 de agosto de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí
O presidente Fernando Medina, sempre descontraído, faz a abertura para os trabalhos da noite. Apresenta os novos livros e fala dos planos para a Feira do Livro deste ano.
Borges Netto se emociona ao receber de Isab-El Cristina um quadro que marcou muito sua vida na Literatura.
 Descontraído, Osvando fala de suas aventuras e desventuras na Bahia.
 Maria Izabel Moreira.
 Isab-El Cristina declama com emoção.
 Denise Mônica Jorge lê poemas de Borges Netto.
 Antônio Bianco interpreta canções de Altemar Dutra.

 Círio de Melo.
Osvando Perez Alves.









08 de julho de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí

Este sarau recebeu a comitiva do Clube Literário Jardim Ipiranga, de Porto Alegre, capitaneado pelo presidente Adroaldo Barbosa. 


 Roberto Santos abriu a noite com MPB. Roberto é o responsável pela oficina de violão e desenho do Clube Literário. Para contatos com as oficinas oferecidas marcar agenda pelo telefone 9.9185.1661.
 Luis Albino, presença constante no Clube Literário, agrada público com suas interpretações.
 Maria Izabel Moreira e seus "Pensamentos".
 Antônio Bianco canta Altemar Dutra.
 Adroaldo Barbosa, que preside o Clube Literário Jardim Ipiranga, em Porto Alegre, além do poema, apresentou projeto para a terceira edição de antologia daquela entidade. Os participantes terão até o final de julho para a apresentação de seus trabalhos.
 Jaime Katz com poema sobre o deficiente visual.
 Círio de Melo.
 O presidente Fernando Medina interpreta poemas de Círio de Melo e Osvando Peres Alves.
 Jones e o tango ao sabor da gaita harmônica.
 Isab-El Cristina faz sucesso com sua poesia e com seu novo visual.
 Mara, com violão e voz, é acompanhada por Everson ao Cajón.
O ponto alto da noite com os gaiteiros João Gabiel e Pablo, alunos das oficinas de gaita ponto de Renato Borghetti, na foto apresentados pelo pai Everson, que os acompanha no Cajón.
A noite foi encerrada com Nabil Kansao interpretando músicas do cancioneiro gauchesco






10 de junho de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí


 Luis Albino abre o sarau do Dia do Namorados.
São canções de sua autoria e outras do cancioneiro tradicionalista.
A noite era do Momento Único. Jonas e João Batista, em trinta minutos de apresentação, trouxeram o melhor de suas composições.
 E a poesia teve Osvando Peres Alves, poeta da cidade que está em seu terceiro livro, Rosa Branca, umsa publicação do Clube Literário sob edição da B&M, editora local.
 A romântica Maria Izabel Moreira em sua apresentação sempre brilhante.
Toda a emoção de Círio de Melo.
 Denise Jorge e sua neta, a pequena Alice Jorge, faz uso do microfone para declamar Paixão, um clássico gravataiense composto por Borges Netto, ao fundo na foto.
O eclético Ismar Sanches foi do tradicionalismo a Jovem Guarda, da MPB a música uruguaia. impossível não se encantar com sua voz e sua emoção.
Isab-El, sempre encantadora, busca poemas de seu poemas para encantar o público.
Fábio José Rocha, afastado há mais de dez anos, estás de volta ao Clube Literário. A voz perfeita marcou a nouite do sarau.
 Borges Netto, acompanhado do Presidente Fernando Medina, faz suas considerações.
 E mais Ismar Sanches.
Verlaine Terres, que coordena o sarau no Shopping do Vale, em Cachoeirinha no terceiro sábado de cada mês, às 17h, trouxe a leveza de seus poemas.
E a noite teve também a eleição para o biênio 2017/2019. Foi confirmado o segundo mandato de Fernando Medina (foto), na companhia de Osvando Peres Alves (vice), Círio de Melo (1º secretário), Maria Izabel Moreira (Tesoureira) e Borges Netto.







14 de maio de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí

Este sarau foi em homenagem ao Dia das Mães, representado pela poetisa Mariza Gama, que nos deixou no último mês. Todos os autores fizeram uma citação ao dia e à homenageada.

Cavalgando o Vento abriu o encontro do Clube Literário no segundo sábado de maio. Carlos Albani, violão, gaita de boca e voz, na companhia de Antônio Ramos na flauta, abrilhantaram o sarau realizado em novo espaço do Shopping.
Durante a apresentação Carlos Albani divulgou seu CD e o livro Contos para Cantar do Inventor do Vento, publicado pela editora B&M e Clube Literário em dezembro de 2016.
Fernando Medina, que se prepara para o segundo mandato a frente do Clube Literário, declamou com empolgação.
Cirio de Melo, dispensou os poemas conhecidos e leu com a mesma empolgação de sempre.
Osvando Peres Alves, inspirado na maturidade, apresentou os poemas de seu livro Amor & Poesia, uma publicação da editora BeM e Clube Literário.

O músico Carlos Albani não resistiu e declamou poemas de seu livro Contos para Cantar do Inventor do Vento.
Borges Netto, emocionado, leu o poema Mulher Forte, de sua autoria, publicado na Antologia Quatro Livros de Poemas, edição do Clube Literário. Lembra Borges que este é o único poema que escreveu à mãe, motivo pelo qual reúne todos os seus sentimento por ter sido "...filho de parto sem dor..."
Luis Albino trouxe as canções gauchescas, uma delas, Estação de Passinhos, de sua autoria, premiada em festival.
Seu parceiro nas muitas apresentações, Kreps, com sua discreta presença.
Tony Pereira, afastado do Clube Literário por questões profissionais por mais de dez anos, lembrou situações promovidas pela Fundarc, como os Encontros de Arte de Garopaba-SC e sua participação representando o Clube Literário no 1º (e único) Festival Aldeia da Canção Nativa, onde defendeu versos de Neto Saldanha e música dele. Declamou, cantou e agradou pelo retorno. Sua última apresentação é anterior ao Auditório Edílio Fonseca, quando os poetas se encontravam nos escombros do que depois passou a ser conhecido como Cineteatro, dentro da Fundarc.

Jones e sua harmônica (gaita de boca) completaram a noite e a homenagem ao Dia das Mães.







08 de abril de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí


Luis Albino, acompanhado do Kreps, fez a abertura deste sarau.
O presidente Fernando Medina fez a abertura saudando os presente e leu um trabalho de Alice Barbosa, uma publicação do Clube Literário em parceria com a editora B&M.
Ciro de Melo, entre tradicionalismo e poemas livres.
Osvando Peres Alves e seus poemas que refletem a maturidade.
Ernesto e suas declamações de Odilon Ramos.

Jones da Gaita teve o acompanhamento de Kreps e Luis Albino.







05 de abril 2017 - Sarau musical no Quiosque da Cultura
Carlos Albani, do projeto Cavalgando o Vento, lotou o Quiosque para apresentar à comunidade seu livro Contos para Cantar do Inventor do Vento, mais uma publicação Clube Literário/Editora B&M.







11 de março de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí

Francisco Castro e suas canções românticas, da Jovem Guarda à Beatles.

Jones da Gaita e sua harmônica, acompanhado de Luis Albino (violão),
 Kreps (violão) e Everson (Cajón).




 Cirio de Melo e O Operário em CVonstrução, de Vinicius de Morais.







Verlaine Terres que no dia 08 de março comandou sarau em homenagem ao Dia Internacional da Mulher no Shopping do Vale.

 Luis Albino na companhia mde Kreps (ao fundo) é sucesso garantido.
Dibe e as Danças Folclóricas do Líbano.
 Nabil Kansao, com canções em Português, Espanhol, Inglês e Árabe.
Gilson da Silva interpretando Gildo de Freitas.
 Isab-El











08 de março de 2017 - Sarau musical na Biblioteca do SESC

Na biblioteca do Sesc, Carlos Albani lança seu livro Contos para Cantar do Inventor do Vento, uma publicação Clube Literário, onde o autor expressa todo o seu sentimento com suas composições.
E neste sarau denominado Recital Pimenta Cor-de-Rosa, Carlos Albani enaltece as mulheres que tiveram destaque em seu livro. Uma brilhante apresentação.














11 de fevereiro de 2017 - Sarau no Shopping Gravataí
"Estou solto no ar..."

Círio de Melo na busca do equilíbrio para declamar o poema Paixão (Borges Netto)

Tito, jovem talento, abrilhanta o encontro.












Luis Albino, Kreps e Jones, os músicos da noite.
A graça de Danielle para os versos do inconfidente
Cláudio Manoel.









Maria Izabel Moreira  e o apresentador Borges Netto.
Mariza Gama, uma convidada muito especial.









Isab-El  e sua irreverência.
Willi, sempre brilhante, traz os versos do poeta Augusto dos Anjos.











Walter Amaral e seu poema                                     Felipe em sua estreia no Clube

E que foi Cláudio Manoel da Costa 
que tanto encantou a jovem Danielle?

Cláudio Manoel da Costa foi um erudito, poeta e patriota.
Nasceu em Ribeirão do Carmo, Mariana, então capital das Minas Gerais, em 1729. O pai era português e mãe paulista. Estudou Humanidades com os jesuítas no Rio de Janeiro e, depois o grau Cânones na Universidade de Lisboa. Em Vila Rica, hoje Outo Preto, Exerceu funções oficiais. Secretário de Governo da Capitania e Juiz de Sesmarias. Quando passou a advogar, enriqueceu cuidando de problemas fiscais. Emprestava dinheiro a juros e comprou uma fazenda. Como naquela época o valor de um homem era ditado pelo número de escravos, teve vinte e quatro. Sua casa em Vila Rica era considerado um palacete. Estive nesta casa em 2007. A senzala ficava na parte térrea, onde hoje funciona um barzinho. Nos fundos funcionava a garimpagem, onde o cascalho recolhido no garimpo era lavado. Nesta casa ele organizava as tertúlias, na companhia de conhecidos intelectuais como Tomás Antônio Gonzaga e Alvarenga Peixoto.
Solteiro, viveu longos anos com a escrava Francisca Arcângela. Em sua poesia esta escrava figurava como Eulina, com quem teve vários filhos e que alforriou.
Era homem doente, possivelmente hipocondríaco, atacado de reumatismos.
Logo no início da suspensão da derrama Cláudio é preso na Casa Real dos Contos e é encontrado, quatro dias depois enforcado debaixo da escada.

Fonte:História Sincera da Inconfidência Mineira/Donatello Grieco, ed. Record, p 117/118.




14 de janeiro de 2017


Mariza Gama, afastada por problemas de saúde, retornou para dar as boas vindas ao sarau de 2017.
Recentemente (dezembro último) o Clube Literário esteve em sua residência para um sarau especial, pois Mariza estava impossibilitada de comparecer aos encontros por ordens médicas.

Ivone Miranda, representante do Clube Literário de Cachoeirinha, se contagiou com os poemas declamados.



Osvando Peres Alves a a maturidade de seus versos.










Ismar Sanches, sempre espetacular, foi do gauchesco a MPB sem perder o tom.

Canções do inesquecível Raul Seixas compuseram o repertório.

A irreverência dos poemas de Isab-El marcaram a noite.






Verlaine Terres, responsável pelas antologias do Clube Literário, aproveitou o encontro para divulgar as publicações que pretende realizar em 2017.
Diovana Rodrigues retorna após um anos afastada por motivos profissionais. O romantismo então se fez presente.

 A parte musical contou também com Jones da Gaita, Luis Albino e Kreps, sempre muito aplaudidos.

Maria Izabel Moreira completou as apresentações com o saudosismo de seus poemas.




2016                               SARAU NO SHOPPING GRAVATAÍ


10 de dezembro de 2016                                                  
O último encontro do ano teve a participação de Luis Albino, Valdir do Cavaquinho e Kreps. O repertório, do gauchesco à MPB, agradou os participantes.
Ismar Sanches fez uma belíssima apresentação. Sempre atento ao público, Ismar visitou com canções os povos sul americanos.

Após a apresentação no Shopping Ismar seguiu para o pub na Parada 73, a convite de Silemar, acompanhado de Borges Netto, Denise Jorge e Fernando Medina. Além dos poemas apresentado pelos poetas, Ismar interpretou Raul Seixas e fez com que todos cantassem as canção deste ícone nacional.



E Roberto Santos completou a apresentação musical. Há muito tempo afastado do Clube Literário devido às atividades profissionais, ele retornou e encantou.

Com Roberto Santos, professor de História, também esteve presente a historiadora Hilda Jacqueline Fraga, da primeira equipe de colaboradores da Fundarc.


Renan Garcia declama seus poemas. também participaram os poetas Osvando Peres Alves, Maria Izabel Morteira, Fernando Medina, Isab-El Cristina, Cirio de Melo e Verlaine Terres. Também declamaram Valentina Valin de Melo e Arthur, neto da poetisa Isab.

Ivone Miranda esteve presente e encantou com O James de Cacequi. Atual Vice-Presidente do Clube Literário em Cachoeirinha, Ivone não mediu esforços para se fazer presente no último encontro poético e musical do ano. E promete iniciar 2017 com o pé direito quando novamente se fará presente no segundo sábado do novo ano para o encontro dos poetas.












11 de novembro de 2016.              SARAU NO SHOPPING GRAVATAÍ


O sarau iniciou com Luis Albino, um autêntico cancioneiro gauchesco, que trouxe canções próprias: "Percorrendo nos trilhos da história, que o tempo e o progresso descartou./Encontrei um trilho velho abandonado,/que no passado muitas lembranças deixou/Vem chegando o trem de ferro lá em Passinhos,/na estação obrigatória de parar/para por lenha e água na caldeira,/para Osório em seguida continuar..."



Em seguida Círio de Melo dá início a poesia.











A jornalista Ana Muller teve a oportunidade de encontrar no sarau ex-colegas de escola e faculdade, como a escritora Adriana Peralta.






A professora Cibele, da Escola Municipal Santa Ana, trouxe seus alunos com a esquete teatral "Deu a Louca em Romeu e Julieta".


Os alunos da Santa Ana em cena.










O sarau de novembro teve o retorno de Tamy Caureo.









O elenco de "Deu a Louca em Romeu e Julieta" e os organizadores da peça na Escola Santa Ana.







Outras cenas do espetáculo protagonizado pelos alunos da Escola Municipal Santa Ana, a quem o Clube Literário agradece pela participação e brilhantismo de seus alunos.





























Novembro de 2015.                        SARAU NO SESC GRAVATAÍ

Albani - Cavalgando o Vento

O sarau de novembro teve na abertura a belíssima apresentação do Carlos Albani, do Projeto Cavalgando o Vento.







Fernando Medina

Fernando Medina











Isadora Fontoura
                                                   
 Isadora Fontoura se apresentou com poemas de sua criação.









Izabel Moreira

Izabel Moreira











Flávia Placedino



Flávia Placedino





































Nenhum comentário:

Postar um comentário